Cientistas descobrem enzima que ‘come’ plástico e pode ajudar na reciclagem

18/04/2018

gettyimages827493480-f55b77ca1563e7889e8f8db7db195b50-1200x600

Uma nova descoberta pode ser fundamental para amenizar os danos causados pela crescente poluição do plástico no nosso meio ambiente. Pesquisadores britânicos e americanos descobriram, por acidente, uma enzima que é capaz de ‘devorar’ o produto derivado do petróleo.

De acordo com estudo divulgado nesta segunda-feira (16) por cientistas da Universidade de Portsmouth e do Laboratório de Energias Renováveis do Departamento de Energia dos Estados Unidos, a bactéria alimenta-se exclusivamente do tipo de plástico conhecido como PET (Politereftalato de etileno), que é muito utilizado na fabricação de garrafas.

Agora, o objetivo do grupo de pesquisadores é melhorar essa enzima para que ela consiga ser desenvolvida em grande escala e, no futuro, possa ser utilizada para quebrar o plástico em partes menores e permitir que ele seja reutilizado de maneira mais eficiente.

Ainda é cedo, mas ao que tudo indica, o descobrimento dessa enzima pode ajudar muito na reciclagem dessa material que hoje afeta tanto nossa saúde e o meio ambiente.